Notícia ApasShow 11:03 - 02 de julho de 2019

Não é novidade para ninguém que o tema saudabilidade é tratado como um dos assuntos mais importantes do momento e, durante a APAS Show 2019, isso não foi diferente. Presente em todos os pavilhões, ela pôde ser observada em diversos produtos, entre alimentos e bebidas e até mesmo em snacks.

Observando essa tendência de mercado, a Mandiocas Iguaçu apresentou os chips de mandioca, sem gordura saturada, sem lactose e sem glúten. Além disso, os produtos são fritos em óleo de palma e apresentam baixo teor de sódio. “Nossa proposta é oferecer uma opção para quem quer comer algo saudável durante as refeições”, afirmou a porta-voz da empresa, Flavia Oliveira, dizendo que a companhia conta com seis sabores dos chips de mandioca, além da versão palha do produto.

A empresa Pururucas Pipão, que trabalha com diferentes cortes de torresmo, participou da APAS Show pela primeira vez neste ano, com o propósito de ampliar a distribuição nas redes supermercadistas do Brasil e de desmistificar o consumo desse tipo de snack. O diretor comercial da companhia, Marcelo Piovani, destacou que, apesar de ser de origem animal, a linha regular da empresa preza pela saudabilidade. “Nossos produtos são à base de pele suína desidratada, em que a gordura é extraída”, ressaltou o executivo.

Atuante no mercado de balas de gelatina, a Fini aposta no conceito On The Go. Com mais de 200 SKUs, a empresa traz uma linha de seis pockets com gramatura intermediária. O foco é atender ao público que está constantemente em movimento, durante a correria do dia a dia.

“Os dados do mercado indicam que quase 50% da população brasileira consome snacks fora de casa, enquanto uma pesquisa própria nossa mostrou que 80% dos consumidores consomem as balas de gelatina dentro de casa. A partir disso, decidimos desenvolver o formato snack de 30g e 40g para as pessoas levarem o produto também para a rua”, explicou a gerente de marketing da empresa, Andrea Köhler.

Com aproximadamente 250 SKUs em seu portfólio, a Docile anunciou alguns lançamentos que reforçam a sua linha saudável. Dentre os quais as gelatinas nos formatos de canudinho, balas de gomas em forma de tubo, além das pastilhas produzidas sem açúcar. “As embalagens também ganharam um novo conceito, com um desenho mais lúdico, cuja ideia é atingir o público-alvo do jovem-adulto formador de opinião, entre 14 a 24 anos, identificado pela empresa como grandes consumidores da bala de gelatina”, declarou o diretor Ricardo Heineck.

Para dar continuidade ao sucesso de Dadinho, que soma 65 anos de mercado do famoso doce de amendoim, a linha denominada Família Dadinho ganha o incremento do Dadinho Tribombom, Dadinho Roll, Dadinho Duo com chocolate e Dadinho Zero sem açúcar. “A nova linha trouxe também uma mudança na forma de distribuição, com embalagens específicas mais direcionadas para o consumidor final do varejo, fortalecendo inclusive a venda em grandes redes supermercadistas”, afirmou o gerente de marketing da marca, Anderson Siqueira.

A tendência que a Santa Helena reforçou em sua participação na APAS Show desse ano é a aposta em diversão, socialização e no consumo entre amigos e a família. Para isso, a empresa trouxe lançamento em snacks e criou uma nova identidade visual para o item mais popular seu portfólio, a Paçoquita, que agora conta com nova embalagem e novo mascote.

“Estamos apostando que o que irá puxar nosso crescimento nesse ano é oferecer opções de doces e snacks para serem consumidos não só na rua, mas em casa, já que devido a situação econômica do país, as pessoas têm priorizado o consumo de produtos dentro de casa”, comentou o gerente de produtos da Santa Helena, Tiago Leal.

Fundada em 1891, a indústria de chocolates Neugebauer tem forte atuação no seu estado de origem, o Rio Grande do Sul (com 50% de suas vendas). Contudo, a empresa almeja para este ano uma expansão nacional. “A meta é estar mais presente nos outros mercados, onde ainda somos mais tímidos, expandindo boa parte da nossa linha de 115 SKUs”, afirmou o executivo de marketing e trade da companhia, Leandro Notti Laux.

A Golden Foods também aposta em um novo mercado de atuação. Conhecida pelos congelados de batatas, polenta, mandioca, vegetais, pescados e apettizers de anel de cebola, a empresa acrescenta ao seu portfólio o Petit Gateau, com chocolate belga, para o preparo rápido no forno ou micro-ondas.

“O impulsionador da decisão veio de nossos clientes de food service, que já utilizavam o doce em seu cardápio, além da própria qualidade premium na referência do chocolate belga”, ressaltou o diretor comercial da empresa, Thiago Mendonça Monteiro, acrescentando que a companhia tem a meta de aumentar o volume de vendas em supermercados.

Atender às diferentes e mais variadas ocasiões de consumo, assim como oferecer produtos diferenciados e personalizados é a aposta da Mondelēz para este ano. “Em escala mundial, o foco de nossa campanha é oferecer o doce ou snack certo, para o momento certo e feito da maneira correta”, comentou o gerente de comunicação da empresa no Brasil, Eduardo Cavalcanti, reforçando que o país é o quarto maior mercado da empresa no mundo.

Criar ações diferenciadas para o varejo brasileiro é a principal tendência a ser seguida pela empresa. “Como temos em nosso portfólio um grande número de marcas fortes, tanto em escala global como no Brasil, estamos trabalhando no desenvolvimento de produtos inovadores que potencializem todas essas marcas em conjunto e possam oferecer novidades que atendam às demandas cada vez mais dinâmicas do consumidor”, disse Cavalcanti.

A McCain divulgou sua linha de batatas fritas para forno, tanto a tradicional, quanto a rústica e os palitinhos de batata. Os produtos vêm atender à tendência identificada nos últimos anos no país de consumo dentro do lar.

“São itens fáceis de preparar e que servem como acompanhamento para a diversão com amigos e familiares em reuniões em que as pessoas não precisam sair de casa para terem momentos agradáveis de socialização. Além disso, esses produtos oferecem maior potencial para a lucratividade do setor varejista”, explicou o gerente de produtos da McCain, Guilherme Machado.

A Milho de Ouro aposta na fabricação própria de seu polvilho e novas gramaturas de batatas assadas nos sabores original, churrasco, galeto e salsa e cebola. “O nosso crescimento hoje está embasado na conquista de novos clientes, dentre os quais os supermercados, cuja abertura de portas foi conseguida por meio da nossa atuação consistente no mercado atacadista de doceiros”, afirmou o diretor comercial Pedro Granghelli Rodrigues.

A centenária Bela Vista está de cara nova com a mudança da identidade visual das embalagens dos biscoitos, apresentada ao público em cores mais intensas. A empresa também aposta em seu carro-chefe, o Tuc’s (salgadinhos em formato snack individual), que chega nas opções pizza e churrasco.

A companhia tem como objetivo manter os dois dígitos de crescimento, que ano passado foi de 12%. “É possível seguirmos com esse avanço, ainda mais se tratando de biscoitos, que estão presentes em 98% dos lares brasileiros como um alimento mesmo para a população”, explicou a gerente de marketing da Bela Vista, Mariana Maraia.