Notícia 15:11 - 12 de agosto de 2019

A felicidade no trabalho aumenta a produtividade em 12%, de acordo com levantamento da Universidade de Warwick, no Reino Unido. Dessa maneira, a discussão sobre o bem-estar dos funcionários como forma de beneficiar o desempenho das empresas ganhou impulso. Sobre ela, a formadora de líderes Rebeca Toyama comenta maneiras de melhorar o ambiente de trabalho.

“Atualmente há diversas empresas que só buscam ganhar, ganhar e ganhar, sem engajar seus colaboradores Não olham internamente para analisar a saúde mental de seus funcionários, não procuram saber se estão sendo bons gestores, muito menos se seus funcionários estão satisfeitos com a situação em que vivem ou se possuem alguma sugestão de melhoria”, afirma a especialista. “Mostrar reconhecimento, por exemplo, já dá um ânimo a mais para o funcionário prosseguir com seu trabalho. Dá a ele a certeza de que está fazendo a coisa certa”, exemplifica.

Por isso, Rebeca dá cinco dicas de como agir diante de um ambiente de trabalho tóxico:

  • Evite gastar energia reclamando e envolvendo pessoas que não fazem parte da solução e muito menos do problema, isso piora a toxidade da situação;
  • Busque soluções com pessoas que já passaram por desafios semelhantes ou que possam de alguma forma contribuir com a solução;
  • Extraia aprendizado de cada desafio, por mais árduo que possa ser, isso evitará que você caia futuramente em situações semelhantes;
  • Lembre-se que equilíbrio na vida pessoal ajuda bastante a lidar com desafio profissionais, pior que trabalhar numa organização tóxica é ter uma vida tóxica;
  • Reagir aos estímulos tóxicos não costuma ser um bom caminho, o papel de vítima costuma parecer ser a única opção, mas acredite, o protagonismo nesse tipo de situação será um diferencial em sua carreira.