Notícia 13:40 - 22 de janeiro de 2021

70% da população pretende comprar mais em sites e aplicativos em 2021, mesmo com a retomada do comércio. E os supermercados, como ficam?

Não há como negar que estávamos todos ansiosos para a chegada de 2021. Sabemos que a pandemia da Covid-19 tornou o ano que passou turbulento e desafiador, mas é notável a evolução do setor supermercadista no cenário digital e o quanto aprendemos com essa transformação. Isso nos deixa na expectativa do que o novo ano reserva para os negócios.

O Supermercado Now, primeira plataforma de marketplace de mercados do Brasil, nasceu com o intuito de contribuir com a digitalização do setor no país, e em 2020, viu seu plano de negócio saltar cinco anos em cinco meses, impulsionado pelo distanciamento social e a necessidade de continuar fornecendo alimentos e itens básicos para o dia a dia das pessoas, sem que elas precisassem sair de casa.

Mas como foi possível atender tamanha demanda de forma tão repentina? Em janeiro do ano passado, antes da maior crise sanitária do mundo chegar ao Brasil, o Supermercado Now foi adquirido pela B2W Digital para atuar como especialista da categoria de alimentos e bebidas dentro desse universo. Entre outras iniciativas, veio diversificar ainda mais a variedade de soluções que Americanas.com oferece aos clientes, por meio da categoria Americanas Mercado. A aquisição contribuiu para a potencialização das operações, malha logística e maiores oportunidades aos lojistas parceiros.

E o desafio diante de tudo isso? Foi absorver o volume de pedidos seis vezes maior que o, até então, normal, entregar em mais lugares e com os menores prazos possíveis, proporcionando aos clientes uma experiência de compra à distância satisfatória, prática e segura.

Mas em um cenário pós-pandemia, o que esperar de 2021? Uma pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) apontou que 70% da população pretende comprar mais em sites e aplicativos, mesmo com a retomada do comércio. Ou seja, quem fez sua primeira compra pela internet e teve a experiência de receber itens frescos em casa, com comodidade e do mercado de sua confiança, voltará a comprar mais vezes. A tendência é que esse movimento continue, e o foco não é somente trazer clientes novos, mas também, dar ao consumidor da loja física a opção de fazer suas compras na mesma loja, porém, por meio de um celular ou computador.

Dessa forma, estamos com a faca, o queijo e os aplicativos na mão para caminharmos rumo a um processo de digitalização do setor mais consolidado, motivado por todos os aprendizados e desafios que passamos em 2020. Afinal, já é 2021 e ser digital não é mais um diferencial, é uma regra.

Quer vender online no Supermercado Now? Acesse: supermercadonow.com


Veja também