Notícia 14:39 - 26 de fevereiro de 2021

O Grupo DIA, com operações em Espanha, Portugal, Brasil e Argentina, publicou esta semana os resultados financeiros, correspondentes ao quarto trimestre de 2020. E a julgar pelo EBITDA eles foram positivos, com € 123 milhões e crescimento de 8% nas vendas comparáveis (Like-for-Like).  

As vendas líquidas do grupo também registraram um aumento de 0,2%, com uma rede de lojas otimizadas (-6,9%), apesar das desvalorizações do real brasileiro e do peso argentino, e da queda nos níveis de turismo na Espanha e Portugal, por conta das restrições impostas pela Covid-19.

Já as vendas comparáveis (Like-for-Like) do Grupo alcançaram 7,6%, mantendo o impulso positivo registrado no primeiro trimestre, graças às iniciativas de melhoria em curso que resultaram em um incremento de 24,6% no tamanho da cesta média.

“Graças ao acordo de refinanciamento e recapitalização impulsionado pelo nosso acionista de referência, o nosso negócio se sustenta em uma estrutura de capital estável a longo prazo, o que permitiu à equipe de direção focar exclusivamente na gestão dos clientes e do negócio”, explica o presidente Executivo da DIA, Stephan DuCharme.

O lucro bruto (como percentagem de vendas líquidas) também aumentou 21,8%, dos 19,2% durante 2020, graças ao aumento dos volumes de vendas e das melhorias operacionais. Enquanto que o EBITDA Ajustado regressou a valores positivos de 1,8%, como percentagem das vendas líquidas.

Por outro lado, o resultado líquido ficou nos -363,8 milhões, afetado pelas diferenças de câmbio produzidas no período devido à depreciação do real brasileiro. “Em 2021 continuaremos focados na melhoria da nossa posição como fornecedor moderno de proximidade, através de soluções inovadoras nas áreas comerciais e de venda online, oferecidas por meio dos nossos motivados franqueados e colaboradores”, completa DuCharme.

 


Veja também