Notícia 08:33 - 15 de maio de 2020

Em meio ao cenário de crise, proveniente da pandemia do coronavírus, muitos setores tiveram que se readequar a um novo modelo de vendas. Segundo pesquisa da Deloitte, as organizações do varejo têm investido para melhorar as suas relações com o cliente e  conquistar mais engajamento.

“Em um ambiente onde os consumidores estão buscando novos meios de consumir, o meio digital é a forma que cresce para atender essa demanda", explica Reynaldo Saad, sócio da Deloitte, responsável pela pesquisa.

O levatamento realizado com 162 empresas, das quais 57% delas foram varejistas e atacadistas, 37% de bens de consumo e 6% dos marketplaces, trouxe a informação de que as tecnologias mais adotadas para engajar os clientes são as plataforma de e-commerce (69%), a plataforma de CRM (56%), as soluções de gerenciamento de pedidos (43%) e de gerenciamento de estoque (43%), e os aplicativos próprios (42%).

Já os três canais de venda que mais tendem a crescer neste período são as mídias sociais (salto previsto de 35% para 88% de adoção), os aplicativos próprios (aumento de 24% para 67%) e os aplicativos de terceiros (crescimento de 18% para 52%).

Já os canais de comunicação mais importantes para a estratégia das organizações são o Instagram (63%), o Facebook (61%) e o Google (46%).

Além disto, a participação dos canais digitais na composição geral das vendas/receitas saltou de 12% em 2010 para 43% em 2019. Os canais que mais ampliaram sua participação no mesmo período foram aplicativos (de 0% para 11%), mídias sociais (de 1% para 9%), site da empresa (10% para 16%) e marketplace (1% para 7%).

De acordo com a pesquisa, administrar tantos canais traz desafios – e a melhor maneira de lidar é investir em ferramentas e mecanismos para conhecer o consumidor. Por meio de uma estratégia de inteligência de dados possibilitada pelos próprios canais digitais, pode-se identificar características importantes de perfil do público alvo, para então se definir o canal e o conteúdo adequados. Além disso, a multiplicidade de canais demanda um esforço de integração entre os meios físico e virtual, do qual faz parte a gestão de marca, de sistemas e também de logística.

 

As empresas dos setores de varejo e bens de consumo pesquisadas parecem já ter compreendido a importância da criação de um conteúdo relevante e da personalização da comunicação para o engajamento do cliente com a marca. Contudo, ainda enfrentam desafios na implementação de uma estratégia de conteúdo com foco no consumidor. Três em cada quatro respondentes declararam buscar produzir conteúdo relevante para o seu público; no entanto, 24% das empresas que o fazem não sabem qual conteúdo o seu cliente de fato deseja

Imagem de capa: iStock

 


Veja também