Notícia 17:18 - 09 de outubro de 2019

Desmentindo estereótipos de que o gênero feminino é o responsável pelas compras do lar, o consumo em supermercados online é liderado pelos homens: 47% deles usam o e-commerce com essa finalidade, ante 39% das mulheres, como revela o estudo global “eCommerce On” da Kantar, que analisou 100 mil atos de compras e o comportamento de 27 mil e-shoppers.

Ainda assim, a maioria das propagandas relacionadas à ida ao supermercado é voltada ao público feminino. De acordo com o AdReaction – Getting Gender Right, outro levantamento da empresa de painéis de consumo, as mulheres são target de 89% das campanhas de produtos de limpeza, 85% das de alimentos e 76% das de higiene pessoal. Contudo, 80% dos homens também são decisores de compra de supermercado, junto com 91% das mulheres.

No e-commerce, no entanto, a conversão para compras está sendo bem gradual, tanto que metade dos internautas nunca usou o serviço de supermercado online. Neste cenário, a oportunidade é dupla: aumentar o número de mulheres que fazem esse tipo de compras online mostrando uma comunicação mais equilibrada e fugindo de imagens batidas em relação ao gênero feminino; e atender ao mercado masculino, que apresenta maior interessa no digital. Segundo a pesquisa, marcas que conseguem equilibrar a atenção nos dois gêneros impulsionam um valor maior.

Para isso, é importante colocar o shopper e suas necessidades no centro da estratégia de e-commerce. “As marcas precisam agir de forma diferente em cada caso, pois os compradores têm diferentes necessidades e motivações. O que significa entender o perfil de cada um deles e entregar soluções específicas”, conclui a diretora e líder de commerce da Kantar Brasil, Luciana Piedemonte.

Veja também:

SuperVarejo traz 5 dicas para alavancar o seu e-commerce

Consumo não irá superar crescimento de 2% de crescimento neste ano

Consumidores maduros são target potencial para o varejo