Notícia 04:04 - 25 de março de 2019

A Nestlé e a Veolia, empresa de gerenciamento de recursos, anunciaram nesta segunda-feira (18/03) uma parceria para coletar, classificar e reciclar materiais plásticos, dando prioridade às embalagens plásticas flexíveis.

A ação será feita em 11 países, na Ásia, África, América Latina e Europa. Em conjunto, as companhias vão explorar tecnologias para estabelecer melhores modelos de reciclagem em diferentes países, incluindo tecnologias de reciclagem química, como a pirólise, que pode produzir plástico virgem. As mudanças ajudarão a Nestlé a aumentar os recicláveis de suas embalagens de água engarrafada para 35%, e das embalagens totais de seus produtos para 15% até 2025.

"Essa parceria é outra etapa específica da agilização de nossos esforços para tratar dos resíduos plásticos, que consideramos uma questão crítica. Aproveitando a tecnologia e a experiência da Veolia, começaremos com projetos-pilotos em vários países, que deverão ser posteriormente aplicados em escala global", explicou a vice-presidente executiva e chefe de operações da Nestlé, Magdi Batato.

O vice-presidente executivo sênior de desenvolvimento, inovação e mercados da Veolia, Laurent Auguste, afirmou a satisfação e agradeceu a oportunidade da parceria. “Acreditamos que é hora de avançarmos para uma reciclagem mais significativa dos materiais e ficaremos felizes em ajudar nossos clientes a serem cada vez mais criativos para que possam continuar melhorando a qualidade de vida, enquanto protegem nosso planeta e seus recursos", disse. A colaboração com a Veolia dará continuidade as iniciativas e projetos de aceleração no combate ao lixo plástico, em linha ao compromisso da Nestlé ter 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025.


Veja também