Notícia 10:52 - 09 de julho de 2020

Agora, os dois pioneiros de proteção digital: Norton e Lifelock fazem parte de uma única empresa para oferecer mais proteção contra as ameaças online, em várias camadas.

O mundo digital atual é muito rico e completo. Apresenta uma infinidade de conteúdo, no entanto, nem tudo que está disponível é de fonte confiável. Principalmente neste momento de pandemia em que usamos a internet para acessar atividades rotineiras, tais como: trabalhar, nos comunicar através de vídeos conferências, fazer compras, transações bancárias, trabalhos escolares, games, entre outros hábitos.

Por conta dessa nova realidade, as pessoas precisam se adaptar e transformar suas vidas de fato em digital para que as tarefas sejam executadas com sucesso e evitar interrupções nesses processos. Reuniões viram lives, conversas com amigos acontecem pelas redes sociais, entretenimento e games são compartilhados online. Mas é importante saber que a navegação online pode expor seus dados para os criminosos cibernéticos.

Em 2018, mais de 800 milhões de consumidores, em 16 países, foram vítimas de crimes cibernéticos (com base em uma pesquisa online com 16.267 adultos, realizada pela Harris Poll, em nome da NortonLifelock).

As fraudes online podem acontecer de várias formas: por e-mails de phishing, mídias sociais, mensagens por SMS no celular, telefonemas de suporte técnico falsos, scareware e muito mais.

O principal propósito desses tipos de fraudes pode variar entre o roubo de cartão de crédito, captura de credenciais de login e senhas de usuário, ou até mesmo o roubo de identidade.

Assim como o crime cibernético evoluiu, e não se trata apenas de um tipo de vírus como antigamente, as proteções também. Um exemplo disso é o NortonLifeLock, com proteção completa. Portanto, é importante considerar este tipo de recurso já que as ameaças cibernéticas, como nunca antes vistas, exigem mais preocupações com a proteção.

 

 


Veja também