Notícia 11:47 - 15 de agosto de 2019

Em comemoração ao Dia Nacional do Solteiro, o Extra anunciou ofertas exclusivas nas lojas físicas, no aplicativo Clube Extra e no e-commerce, como condições diferenciadas de pagamento em Eletro e Moda Extra. Esta é a primeira vez que a rede promove a ação “Ofertas arrasadoras que dão match com você”.

Um dos objetivos da marca é fazer com que esta data, que não tem muito apelo no varejo, torne-se um evento que comece a ter relevância no calendário da rede. “Fomos os primeiros a realizar a Black Friday em lojas físicas no Brasil e criamos dinâmicas comerciais fortes para o Dia das Mães e o Dia dos Pais, batizadas de Pink Friday e Blue Friday, respectivamente”, explica a diretora de marketing do Extra, Christiane Cruz Citrângulo.

“A aposta no Dia do Solteiro está em linha com a proposta da marca, que é ser referência e pioneira na criação e consolidação de datas que têm potencial de crescimento em vendas”, complementa a executiva. 

O supermercado Bretas também investe nos solteiros. A varejista comercializa produtos direcionados para este nicho. Na mercearia, por exemplo, existem opções como o azeite de oliva - em frasco reduzido de 250ml -, arroz e açúcar de um quilo e os produtos – como carne, frutas, verduras e frios - comercializados a granel.

Na área de perecíveis industrializados e congelados, o consumidor pode contar com embalagem individual de lasanha, macarrão pronto, sanduíches, frascos menores de iogurte e até sobremesas prontas. Essas opções facilitam a vida de quem gosta de comer em casa.

Números explicam investimentos

Segundo o Índice Brasileiro de Geografia e Estatística, os solteiros são o principal grupo na sociedade, sendo 48,1% da população brasileira, contra 39,9% de casados. Já a taxa de divorciados, desquitados e separados judicialmente e outros atinge apenas 5,9%, enquanto a de viúvos soma 6,1%.

Um levantamento da Alelo sobre gastos de trabalhadores com alimentos mostra que os solteiros gastam mais ao comprar comida para casa, são cerca de R$ 58,81 por semana, o que representa 7,97% maior em relação aos casados, que têm um gasto de R$ 54,47. Além disso, 12,23% dos profissionais solteiros realizam suas compras em atacados. O número é maior que dos casados que é de 11,61%.


Veja também