Notícia 10:33 - 13 de outubro de 2021

O dinheiro é o principal meio de pagamento no Brasil. Cerca de 71 milhões de brasileiros adultos pagam suas compras em espécie, segundo pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva no primeiro semestre de 2021. Para o varejo, esse dado revela a importância da gestão estratégica dos valores – operação que é complexa, sujeita a riscos e que, dependendo do formato adotado, pode ter um custo elevado para o negócio.

É nesse contexto que o transporte de valores profissionalizado ganha, cada vez mais, relevância para segmentos que têm grande circulação de dinheiro no dia a dia. É o caso dos supermercados. O Gerente Executivo de Negócios e Relacionamentos da TBForte, Luciano Faria, destaca que “a grande maioria dos supermercados de médio e grande porte, hoje, já trabalha com transporte de valores especializado”.

A TBForte é uma empresa de transporte de valores que oferece soluções completas e personalizadas voltadas para a segurança, logística e gestão de numerário (dinheiro em espécie). Com soluções desenvolvidas sob medida para cada tipo e tamanho de negócio, a marca tem se consolidado no mercado por conta dos diferenciais que oferece, com o objetivo de simplificar processos, fortalecer a segurança em todas as etapas e garantir o monitoramento integral via vídeo de todas as atividades executadas desde o armazenamento, passando pela movimentação e o processamento dos valores.

“Muitas vezes, pequenos e médios comerciantes querem fazer esse processo internamente e, com isso, encarecem toda a estrutura”, contextualiza o executivo. O transporte e o processamento do dinheiro exigem qualificações específicas, que uma empresa do ramo domina e entende. Um supermercado, por exemplo, tem expertise em outro segmento e pode falhar ao contratar pessoal para essas funções sem observar critérios indispensáveis.  

Estruturar toda a gestão do numerário, coordenando atividades operacionais, táticas e de controle, é outro desafio. Esses aspectos resultam em processos com elevados custos e riscos para o negócio. “Por isso, se faz necessário o transporte de valores profissional.”

Valores segurados

Uma garantia que a TBForte oferece aos seus clientes é o seguro das quantias movimentadas. Por exemplo, uma rede de supermercados pode contratar os serviços da transportadora e locar os cofres inteligentes diretamente com a empresa. Esses cofres são instalados nas lojas para que as quantias recebidas nos caixas dos supermercados sejam depositadas neles.

Sempre que um funcionário coloca dinheiro no cofre, automaticamente é gerado um registro, que informa o total depositado. A partir desse momento, o numerário depositado é segurado pela TBForte. “O risco se encerra naquele depósito”, destaca Luciano.

Além de eliminar o risco de perda financeira, esse processo também favorece o controle das operações, pois os dados são transmitidos em tempo real para a área gerencial da rede de supermercados. “Se foi depositada uma quantia no cofre inteligente instalado em uma filial de Marília, a central do supermercado, em São Paulo, recebe a informação na mesma hora sobre o valor depositado, quais cédulas foram colocadas, se houve diferença ou não... e já pode bater esses dados com o sistema financeiro dele”, exemplifica.

O serviço prestado pela TBForte é personalizável e se ajusta ao tamanho e às necessidades de cada cliente. Essa é mais uma forma de equalizar os custos das operações. “Procuramos desenvolver alguns processos junto aos clientes, identificando as dores deles”, afirma Luciano. “Não necessariamente, o supermercado A tem a mesma necessidade do supermercado B. Talvez ele precise de um cofre inteligente para 10 mil cédulas e, para outro, um cofre inteligente para 3 mil cédulas pode ser suficiente. A escala de frequência do recolhimento do dinheiro também precisa ser adequada para cada caso”, demonstra.

É importante ressaltar que o transporte de numerário realizado pela TBForte não depende da adoção do cofre inteligente oferecido pela transportadora; o cliente pode optar por utilizar outro modelo. Além do cofre inteligente convencional, a TBForte desenvolve modelos customizados para cada segmento de negócio, que servem também como um mecanismo a mais de controle e segurança, facilitando as operações dos clientes e assegurando tranquilidade aos gestores, que podem concentrar todas as suas soluções de segurança e transporte em apenas um fornecedor.

Operação monitorada de ponta a ponta

Feito o depósito dos valores no cofre, o cliente não precisa mais se preocupar com a movimentação daquelas quantias. O procedimento seguinte a ser realizado é a coleta do numerário, feita por profissionais especializados da TBForte. “O vigilante vai até o cofre, retira os valores e segue a rota dele; o cliente não precisa deslocar uma pessoa para isso”, destaca Luciano.  

Isso permite que um supermercado diminua o número de pessoas atuando nessa operação, podendo alocá-las em funções mais estratégicas. “Com isso, um supermercado consegue economizar recursos, diminuir o risco e garantir que uma equipe profissional fará esse processo.”

Um diferencial da TBForte em relação aos seus concorrentes é a adoção de uma série de equipamentos adicionais de segurança. “O vigilante TBForte, diferentemente das demais transportadoras do mercado, atua com um player de filmagem que registra toda a operação executada. Fomos pioneiros nessa implementação das câmeras nas rotinas das equipes externas”.

Todos os procedimentos realizados pela transportadora são filmados. O cofre inteligente também conta com este recurso, iniciando-se o monitoramento a partir do depósito do numerário no equipamento. Durante a movimentação dos valores, toda a ação dos profissionais que fazem a coleta do dinheiro é registrada tanto pelas câmeras vinculadas aos agentes quanto por aquelas instaladas nos carros-fortes. Na tesouraria da TBForte, que faz o processamento dos valores, a apuração é totalmente filmada. “Conseguimos identificar toda a cadeia de desenvolvimento do depósito até o dinheiro ser repassado para o banco de destino do supermercado”, frisa. “Em algum momento, se o cliente entender que precisa ver o que aconteceu, conseguimos demonstrar exatamente todo o processo.”


Veja também