Notícia 18:33 - 15 de agosto de 2019

A Via Varejo, proprietária das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio, fechou o segundo trimestre de 2019 com receita bruta de R$ 7 bilhões e prejuízo líquido de R$ 154 milhões, de acordo com resultados referente ao período divulgados ontem (14/08). A empresa, que voltou ao controle da família Klein em junho, obteve aumento de 1,9% na receita de lojas físicas no trimestre.

O Ebtida ajustado ficou em R$ 388 milhões e a margem deste foi de 6,4%. Já o caixa líquido fechou em R$ 1,1 bilhão entre abril e junho. Os maiores destaques do período foram a inauguração de 24 lojas e a integração entre lojas físicas com o e-commerce e o app da companhia, facilitando entregas e proporcionando uma experiência de compra melhor para o clientes.

Para o novo CEO, Roberto Fulcherberguer, essa é uma tendência positiva e retorno de um varejo bem feito. “Essa mudança, que está acontecendo nas lojas e no ambiente digital, já apresenta resultados mostra a força de um time motivado”, afirma o executivo. O time a que se refere é a nova diretoria, apresentada recentemente e composta por: Abel Ornelas (COO), Orivaldo Padilha (diretor financeiro e de relações com investidores), Sergio Leme (vice-presidente executivo), e Helisson Lemos (diretor executivo de dados).

No entanto, o desempenho da companhia ficou aquém do esperado pelo mercado. De acordo com a XP Investimentos, as vendas líquidas e Ebtida da empresa ficaram -7% e -47%, respectivamente, abaixo do previsto. Porém, acredita-se que os investidores seguem otimistas com o potencial de recuperação, focando nos resultados do segundo semestre e de 2020.