Newsletter
Receba novidades, direto no seu email.
Assinar
Varejo
Varejo 8 de julho de 2024

Governança: os desafios e vantagens da estratégia para as empresas

Implementar a governança corporativa na sua empresa fortalece a transparência, a responsabilidade e a sustentabilidade

A governança é um dos pilares das empresas comprometidas com causas de responsabilidade social. Entretanto, nem todas ainda implementaram processos em sua gestão. Felipe Mendes, sócio da T&D Sustentável, explica que é crucial começar com um diagnóstico detalhado das práticas atuais e identificar áreas que necessitam de melhorias. “Um dos primeiros passos é investir na educação e sensibilização dos colaboradores e líderes, informando-os sobre a importância da governança corporativa através de workshops, treinamentos e seminários. Isso ajuda a criar uma base de conhecimento e consciência sobre os princípios e benefícios da governança”.

LEIA TAMBÉM
Uma estratégia poderosa para conquistar o público
Para ditar o ritmo das compras

Ele completa citando o desenvolvimento de políticas e procedimentos claros que promovam transparência, responsabilidade e ética em todas as operações da empresa. Isso inclui a criação de um código de ética e a implementação de sistemas de controle interno robustos para monitorar e avaliar continuamente as operações. “A formação de comitês de governança, que incluem membros independentes e especialistas externos, também é essencial para garantir uma supervisão imparcial e experiente”, elenca.

Implementar uma rotina em governança exige a existência de uma cultura voltada para a este tema, por isso é essencial ter uma liderança comprometida com princípios de transparência, responsabilidade e integridade. “A alta administração deve exemplificar esses valores, demonstrando um compromisso claro através de suas ações e decisões. Além disso, a criação de um código de conduta robusto, que aborda ética nos negócios, conformidade legal e práticas anticorrupção, é fundamental. Esse código deve ser amplamente comunicado e reforçado com treinamentos regulares”, sugere Mendes.

Indicadores para avaliar a aplicação de processos em governança:

1. Índices de Transparência: Medir o nível de transparência nas comunicações da empresa, como a frequência e a qualidade dos relatórios financeiros e de sustentabilidade.

2. Taxa de Conformidade: Avaliar a aderência da empresa às normas e regulamentos aplicáveis, tanto internos quanto externos.

3. Relatórios de Auditoria: Utilizar os resultados das auditorias internas e externas para identificar áreas de melhoria e garantir que os controles internos sejam eficazes.

4. Satisfação dos Stakeholders: Medir a satisfação dos stakeholders através de pesquisas e feedbacks, para entender como eles percebem a governança da empresa.

5. Indicadores de Sustentabilidade: Monitorar indicadores ambientais, sociais e de governança (ESG) para avaliar o impacto das práticas de governança na sustentabilidade da empresa.

6. Performance Financeira: Comparar a performance financeira antes e depois da implementação das práticas de governança para identificar melhorias resultantes.

Acesse o Especial do Mês de junho e confira todas as notícias sobre: Tendências de Mercado

Deixe seu comentário